Saturday, August 1, 2009

A saga de Luxor - parte I

Aí chegamos em Luxor, cidade ao sul do Cairo muito famosa pelos templos e túmulos dos faraós.
Cansados e com sono, apesar da viagem do trem ter sido muito boa.
Um Mohammad foi buscar a gente na estação e nos levou até o hotel [3 estrelas!] onde ficaríamos. Começou a conversar com a gente, falando das coisas legais que havia em Luxor, que 2 dias não eram suficientes... essas coisas...
E falou da Ilha da Banana.
Menino, essa Ilha da Banana era a melhor do universo na boca daquele homem!
Ele falou tanta coisa boa que convenceu a gente de fazer o passeio de Felucca [o barco que navega pelo Rio Nilo] por duas horas, parar na bendita da ilha e ainda comer banana de graça [não que as bananas fossem o atrativo maior, claro...]!! Pense!
- Sim, moço... quanto é esse passeio?
- Ah, my freeeeendi, pra vocês eu faço por 200 libras.
- Oi? 200?
- É, 200. Mas vocês vão ver que o passeio é ótimo! A minha agência faz isso há 8 anos. Eu garanto!
- mmmm... a gente vai pensar, ok?
- Ok, mas a Felucca sai às 11h... vocês não tem muito tempo.. E se vocês não tem dinheiro com vocês eu posso levar ele no caixa eletrônico pra retirar...
Eu e Rodrigo ficamos tentados. É fato. O cara falou o muuuuuuuuuuundo dessa ilha... e o fato de passear pelo rio Nilo também nos encheu os olhos... e esvaziou os bolsos!
- Eu posso pegar dinheiro no caixa eletrônico se você quiser, Débora. Você quer fazer esse passeio?
- Pô... eu quero, velho... parece ser muito legal o que o cara falou. Mas tenta negociar com ele né... 200 eu acho muito.
- Beleza. Vou tentar.
Passaram-se 10 minutos, 15, 20... 25! Nessa hora eu já tava pensando que o Mohammad ia chegar lá no quarto do hotel, me pegar e me vender por alguns camelos... pensei mesmo, juro! É absurdo, mas pensei!
Mais de meia hora depois, Rodrigo aparece.
- Óa, deu pra diminuir muito não... ficou por 160.
- Menos mal né... 40 a mais no nosso bolso...
- É... vamo descansar.
- Vamo...
Descansamos um tempinho, depois saímos pela cidadae andando. Até pra procurar internet, porque Rodrigo precisava mandar umas mensagens...
Quaaaaaaaaaaando a gente tava passando pelo "porto", outro Mohammad lá nos aborda e pergunta se não queremos fazer o passeio de Felucca. A gente agradece e diz que não. Mas a pulguinha atrás da orelha não me deixou em paz.
- Rodrigo, pergunta a ele aí quanto é.. só por desencargo de consciência.
- Ei, moço... quanto é esse passeio?
- Ah, 30 libras cada um.
- OI? 30 LIBRAS???
- É.
- Quanto tempo?
- Uma hora e meia de passeio...
- Tá ok, se a gente for, a gente volta aqui. A gente vai andar por aí.
...

Vocês já devem estar imaginando do que foi que eu NÃO chamei o primeiro Mohammad, né??
Pois é. Só não chamei ele de arroz doce.

2 viagens...:

Robi said...

Se ta fazendo 11°C em pleno verão...
Socooooooooooooooooorro!

Congelo só de pensar!!!
Mas... eu chego aí!!!

яħαυαηε ɠαłvãɵ said...

uashuahsauhsuahushausuah
euri

Eu sei, eu sei, não deveria rir da desgraça alheia, mas fazer o quê? =x


Enfiim.. saudades ^^

Beijos ♥